Single Blog Title

This is a single blog caption

Sabor da Experiência – Da Cana à Mesa, Sebrae apresenta o potencial da cachaça goiana

Sabor da Experiência – Da Cana à mesa
O potencial da cachaça goiana
Workshop realizado em Caldas Novas contou com palestras sobre produção, mercado e comercialização da bebida no Estado

Dina Sousa

Caldas Novas, 18/4/2018 –Caldas Novas recebeu na terça-feira, 17, o Workshop Sabor da Experiência – Da Cana à Mesa. O evento, realizado no Casarão dos Gonzaga, reuniu donos de bares, restaurantes, hotéis, produtores e comerciantes da cadeia da cachaça, governança, Agopcal, e parceiros do Sebrae como Acican, AQUA, Sindhorbs, Senac, UEG, Comtur, Secretaria de Cultura e Secretaria de Turismo.

O objetivo foi apresentar ao mercado local os diferenciais da cachaça goiana, bem como o de provocar um novo olhar sobre a cadeia produtiva da cachaça em Goiás, para melhor promover o seu desenvolvimento e sua comercialização numa região que recebe milhares de turistas por semana.

O workshop abordou a importância da cachaça de alambique de Goiás e contou com palestras sobre produção, mercado e comercialização de cachaça no estado de Goiás; oficina de harmonização dos pratos com cachaça com a chef Emiliana Azambuja; mixologia dos drinks com a cachaça; história da cachaça; a importância da cachaça de alambique na economia de Caldas Novas e finalizou com orquestras de violeiros.

Segundo a analista da Unidade de Atendimento Coletivo e gestora, Vera Lúcia Elias de Oliveira, o evento faz parte do Projeto de Desenvolvimento da Cachaça de Alambique, desenvolvido pelo Sebrae, que atende cerca de 500 empreendedores, sendo 100 de forma direta e 400 de forma indireta. Em Caldas Novas participaram 8 produtores de cachaça de cidades de Goiás, representados pela Agopcal- Associação Goiana de Produtores de Alambique. Destaque para a Cachaçaria Vale das Águas Quentes que foi recentemente premiada com categoria ouro no Festival de Bruxelas. “Evento muito rico em detalhes, inovação e tecnologia e está dentro das ações do Projeto, onde o Sebrae busca outros espaços, canais de comercialização da cachaça de alambique de Goiás, numa experiência única com oficinas e palestras com profissionais do setor. A expectativa é que os empresários, produtores e comerciantes apreciem essa inovação que o Sebrae desenvolve desde 2015”, disse Vera Lúcia, gestora do Projeto.

A abertura institucional foi feita pelo gerente regional Luís Henrique Rodrigues, que falou da importância desse evento para a cidade de Caldas Novas, para o turismo local e principalmente para os produtores e comerciantes, que através dessa metodologia podem ter acesso à tecnologia inovadora e uma nova visão de negócios com a cachaça. “Caldas Novas tem um grande fluxo de turista e temos que aproveitar e mostrar que a cachaça serve como souvenir do município e isso precisa ser melhor trabalhado, desde a cana com o produtor rural até na mesa. Esse evento é uma experiência que passa por harmonização de pratos e manuseio de drinks com a cachaça goiana, capacitando o empresário para também oferecer essa experiência para o turista”, disse.

O presidente da Agopcal, Luiz Álvares de Campos Filho, falou sobre a história da Cachaça de Alambique em Goiás e José Afonso Maiochi, da Cachaçaria Vale das Águas Quentes e sobre a importância da Cachaça de Alambique na economia turística de Caldas Novas. Glady Duarte, do SED, Secretaria de Desenvolvimento de Goiás complementou ressaltando a cadeia produtiva da cachaça no Estado e sua comercialização.

O workshop também teve a participação da Cheff Emiliana Azambuja, do Saccaria Restaurante, que mostrou o segredo da harmonização dos pratos com cachaça e serviu uma entrada com queijo brie aquecido com geleia de caipirinha, um prato cuscus cerratense com ingredientes típicos goianos e uma sobremesa, todos feitos com cachaça. Fernando Pacheco, do Moony Restaurante mostrou a mixologia dos drinks com a montagem de 6 drinks feitos com cachaça goiana criados especialmente para esse evento, e mostrou o custo, o preço final e o lucro obtido com a cachaça.
O encerramento foi abrilhantado com a exibição da orquestra de violeiros de Caldas Novas,

Informações para a imprensa:
No Sebrae:
Adriana Lima – (62) 3250-2236 / 2252 / 99456-2491
Na Ideorama Comunicação em Caldas Novas: Dina Sousa – (64) 99327-4312